Crochê em público: 5 Razões para você começar agora mesmo

Crochê em público: 5 Razões para você começar agora mesmo

Os trabalhos manuais como tricô, crochê e bordados são considerados tendência mundial e têm atraído pessoas que buscam por uma atividade para desacelerar, aliviar o estresse e a ansiedade do dia a dia.

Para muitos aprender como fazer crochê é uma recomendação terapêutica para nos livrar de muitos males da modernidade.

Para te ajudar desde o começo a fazer crochê, separei algumas indicações que servem de referência:

Você já imaginou fazer crochê em público? Você sabia que essa pratica não só beneficia você, mas também as pessoas ao seu redor!

E para te provar a seguir estão 5 benefícios de fazer crochê em público que você pode não ter pensado antes.

Já imaginou você tranquila na sala de espera do consultório do dentista, à espera de ser chamada, você pode até ouvir o fio chamando-o de dentro de sua bolsa.

Estes podem ser os primeiros minutos que você teve para si mesma durante todo o dia, e tirar proveito deles fazendo um pouco de crochê seria a maneira perfeita para relaxar!

Mas o que as pessoas sentadas ao seu lado vão pensar?

Crochê em público pode soar estranho?

Claro que não! Já imaginou você relaxando e criando peças lindas, hein!?

Eu prefiro fazer coisas que eu gosto do que ficar trocando conversa fiada que não acrescenta nada.

Mas se você quer aprender as 5 razões pelas quais você deve fazer crochê em público, então continua comigo!

#1 – Crochetando em público faíscas de inspiração

Fazer crochê pode ajudar tanto nós como as outras pessoas. Já que nunca sabemos o que as outras pessoas estão passando.

E muitas vezes não paramos para pensar, mas as pessoas ao seu lado têm um mundo inteiro de preocupações, problemas, gostos, desgostos, e histórias, completamente diferente do meu, e do seu e nunca vamos saber.

Mas e se essa pessoa vendo você fazer algo incrível com apenas um novelo de fios e uma agulha de crochê.  E aprender como fazer crochê poderia acender algo novo nelas que poderia mudar sua vida, já imaginou!

Você poderia mostrar uma nova forma para lidar com o stress, um novo hobby, ou até uma nova ideia de caridade para começar a mudar vidas ao seu redor.

Na verdade você nunca sabe o que vê-la fazendo crochê poderia fazer por outra pessoa, não é verdade?

#2 – Crochê em público inicia auto promoção

Se você deseja criar um negócio em crochê, fazer suas peças em público pode ser uma ótima forma de autopromoção e sem gastar um tostão!

Por isso sempre esteja preparada com cartões e panfletos com seu WhatsApp, Instagram para futuros contados.

Termine a conversa casualmente entregando-lhes um cartão de visita.

Dessa forma você pode ter garantido um cliente para a vida toda!

#3 – Crochetando em público reduz o stress e a ansiedade

O crochê e tricô podem reduzir o stress e ansiedade em sua vida. Com um simples rolo de linha e uma agulha você proporcionar bem estar e sem muito investimento.

Agora se você é uma pessoa socialmente ansiosa e não gosta de estar em lugares públicos fazer crochê em público pode te ajudar a colocar sua mente à vontade.

Dessa forma você vai ter outra coisa para se concentrar, e os movimentos repetitivos de seus pontos são super calmante!

#4 – Crochê em público pode acender novas amizades

Eu não sei você, mas se eu ver alguém crochetando, eu imediatamente quero puxar conversa!

Essa é uma ótima maneira de fazer novos amigos e de bônus trocar experiências, receitas e quem sabe aprender coisas novas.

#5 – Crochê em público promove a confiança

Você já imaginou que para uma pessoa que não sabe fazer crochê, você é como um mágico? E isso é algo para se orgulhar!

Você tem um talento que foi desenvolvido ao longo de horas e horas de tentativa e erro e muita força de vontade.

Além de passar um bom tempo aperfeiçoando sua habilidade e agora você é surpreendentemente, uma expert!

Silenciosamente mostrando para as pessoas como você faz coisas incríveis. E trabalhando em seus projetos de crochê em público, também é uma ótima maneira de construir a sua autoconfiança.