Como fazer Patchwork : Técnicas de acabamento

Como obter acabamentos impecáveis

Quando terminamos os trabalhos de patchwork, está na hora de pensar no acabamento que vamos fazer. Apesar de deixar os trabalhos muito bonitos eles são fáceis de fazer, os diferentes tipos de bordas e debruns são os detalhes finais que fazem toda a diferença e deixam os trabalhos com um acabamento perfeito.

As bordas são as molduras que dão realce ao trabalho e podem ser feitas com o mesmo tecido que compõe o trabalho ou com outro que combine e até mesmo vários pedaços de tecidos. O único cuidado é criar uma harmonia entre as cores e estampas do trabalho.

Elas podem ser cortadas no sentido da trama do tecido no entanto, quando cortadas em viés, para ser aplicada em peças com as bordas arredondadas, deve-se ter muito cuidado para não esticar o tecido no momento da aplicação.

Podem ser costuradas à mão ou à máquina e para dar um charme a mais pode-se aplicar pontos decorativos.

As bordas têm outras funções além de enfeitar o trabalho. Uma delas é aumentar os trabalhos ou transformar um trabalho quadrado em retangular (deixando as bordas horizontais maiores do que as verticais).

Para fazer as bordas podemos usar tecidos, fita viés prontas ou rendas, tudo vai depender do tipo de trabalho e se queremos dar um efeito de maior volume podemos usar cordão cru, alvejado ou o cordão encerado, para enfeitar.

Esses acabamentos dos cantos se conseguem unindo as bordas perpendicularmente ou formando um ângulo de 45 graus.

Proposta 1 – Bordas dobradas em linha reta

Nessa primeira proposta a borda é feita dobrando o tecido de forro para o direito do trabalho.

Bordas Dobradas em Linha Reta

  • Dobre a borda de 1 cm para dentro (avesso com avesso) e marque vincando (passando) com ferro.
  • Repita esse processo por toda a volta do trabalho e dobre novamente a borda 1 cm sobre o tecido do trabalho.
  • Prenda com alfinetes e alinhave por toda a volta do trabalho para dar mais segurança para você costurar à mão ou passar a máquina.

 Você pode fazer um bordado com ponto pé de galinha. Ou usar o ponto espinha, você pode fazer o ponto correntinha ou até um alinhavo pequeno.

Bordas Dobradas Linha Reta 2

Bordas dobradas em Linha Reta

Você também pode costurar à máquina usando agulha dupla com duas linhas de cores diferentes. Ou pode usar o ponto ziguezague de sua máquina ou outro ponto decorativo que ela tiver. Costure por todo o trabalho.

Bordas Dobradas em Linha Reta

Proposta 2 – Borda com fita viés

Por ser uma fita fácil de ser encontrada ela é vendida com diversas cores e estampas, hoje já encontramos a fita viés em cetim e até em tricoline. O que facilita é ela já ser cortada em viés e existem em várias larguras e para os trabalhos e patchwork de preferência para as fitas mais larga.

A seguir conheça três maneiras de usar a fita viés.

Primeira opção – Abra a fita viés pelo avesso e apoie sobre o tecido, direito do tecido com as direito do viés, não esquecendo de coincidir as bordas do tecido e do viés.

Borda com Fita Viés

  • Passe uma costura reta com ponto pequeno.
  • Vire a borda para o avesso do tecido e dobre ao meio. Alinhave e costure com ponto invisível.

Segunda opção – Dobre a fita viés ao meio deixando o avesso para dentro.

Bordas com Fita Viés 2

  • Coloque o tecido dentro da fita, de forma que fique metade para o lado direito do tecido e a outra metade do lado avesso do tecido. Alinhave toda a volta o viés.
  • Depois faça uma costura reta a máquina por todo o trabalho.

Terceira opção – Coloque o direito da fita viés sobre o avesso do tecido, coincidam as bordas. Passe uma costura reta à máquina, com ponto pequeno.

Borda com Fita Viés e Renda

  • Vire o viés para o lado direito do tecido. Coloque a renda e prenda com alfinetes ou se achar melhor fixe com um alinhavo prendendo as três partes.
  • Passe uma costura reta à máquina por todo trabalho.

Proposta 3 – Bordas com tecido cortado ao viés

Comece com um pedaço de tecido retangular de sua preferência (o tecido precisa estar cortado no fio reto). Aqui tem um link explicando o que é o fio no sentido viés . Se você For trabalhar com a largura total do tecido, retire as ourelas, como na imagem abaixo.

Como Cortar Viés

Dobre o tecido na diagonal do canto superior direito para baixo, fazendo coincidir as bordas retas. Vinque a dobra com auxílio de um ferro e corte pelo vinco. O corte irá formar um ângulo de 45 graus, que é o fio viés do tecido.

Como Fazer Viés

A partir desse ângulo corte as tiras, eu gosto de fazer viés com 6 cm de largura, o viés será duplo e dará mais segurança, mas você pode fazer um viés de 4 cm de preferir sem deixa-lo duplo e no final ele ficará 1 cm e o de 6 cm ficará com 2 cm.

Continue riscando até completar o tamanho que será necessário para fazer toda a volta do trabalho. Conforme você vai riscando perceba que as tiras vão ficar mais curtas e o pedaço que está em verde você pode guardar e utilizar para outra coisa.

Risco em Viés

Agora se você está utilizando um pedaço de tecido muito grande, você pode dobrar o tecido ao longo da linha do fio viés, e cortar o tecido duplo como na imagem a seguir.

Como Cortar Viés

Depois de tudo cortado é só costurar todas as tiras. Para ficar perfeito a união da tiras coloque direito com direito do tecido, formando um ângulo de 90 graus, como na imagem abaixo. Risque com um giz ou um lápis, no avesso do tecido, uma linha como guia e fixe com alfinete. Passe uma costura reta com ponto bem pequeno para que não solte com facilidade. Abra a costura e corte o excesso de tecido.

Costurando Viés

Pronto esse é o viés tradicional!

Agora se você fez o viés de 6 cm é só dobrar ao meio e vincar com um ferro e apoie o viés sobre o trabalho com o lado aberto coincidindo com a borda do trabalho. Evite que as uniões fiquem nos cantos alinhave toda a volta e passe um ponto reto.

Importante: para unir o início e o final do viés deixe uns 15 cm sem costurar no início e no final para fazer a costura de união e só depois terminar de costurar. Depois de tudo costurado vire o viés para o outro lado.

O pulo do gato – Se você for dar acabamento do viés com pontos invisíveis comece colocando o viés pelo forro do trabalho e vire para o topo e termine com pontos invisíveis dando vários arremates alongo do trabalho. Agora se você vai dar acabamento no viés com uma costura a máquina, comece costurando do topo e vire o forro, alinhave e passe uma costura.

Proposta 4 – Bordas com babadosBordas com Babados

Os bordados usados como acabamento podem ser cortados simples ou duplos, e podem ser cortados no mesmo sentido da trama do tecido ou viés. Para fazer um babado é preciso cortar o dobro da medida do perímetro do trabalho e ainda acrescentar 2 cm para fazer os cantos.

  • Para fazer o babado comece dobrando o tecido pelo meio e passe a ferro. Costure uma renda na borda do babado.
  • Para franzir o babado, faça duas costuras com pontos largos, paralelamente à borda.

 

  • Puxe as linhas que estão na parte de baixo das costuras para franzir com cuidado para evitar que elas se quebrem.
  • Sobreponha a frente do babado com a frente do tecido e prenda com alfinetes, passe uma costura reta por todo trabalho. Se você for fazer uma capa de almofada, sobreponha o outro tecido ao trabalho anterior.

Bordas com Babados

  • Faça cortes diagonais em cada canto da almofada, para que as pontas fiquem bem definidas.
  • Vire o trabalho para o direito e com auxílio de uma tesoura sem pontas forme os cantos, com cuidado para não furar o tecido.

Bordas com Babados 3

Proposta 5 – Bordas com cordão

O cordão de algodão cru que usamos para essa técnica pode ser encontrado com facilidade e em diferentes espessuras em armarinhos e lojas especializadas em aviamento. Dê preferência aos cordões neutros por ter um custo mais baixo e não soltarem tinta e comprometer seu trabalho.

Para utilizar o cordão você deve cortar o tecido 2 cm maior que a espessura do cordão. E comece também deixando um pouco do cordão fora do tecido. Coloque o cordão no meio do tecido, dobre o tecido deixando o cordão sempre no meio e fixe com alfinetes.Bordas com Cordão

  • Alinhave com pontos pequenos bem próximo do cordão, para facilitar na hora de costurar.
  • Passe a máquina com o calcador de costura reta para prender o tecido e o cordão.

Bordas com Cordão 2

  • Apoie a tira com o cordão sobre o direito do tecido. Alinhave e sobreponha outro tecido fixe com alfinetes ou alinhave e passe uma costura só que agora com o calcador de zíper invisível porque é mais estreito e dá melhor acabamento.

Bordas com cordão 3

Proposta 6 – Bordas drapeadas com cordão

Corte o tecido da borda 2 cm maior que a espessura do cordão. Dobre pela metade, sem vincar ou marcar. Trace uma linha guia de um 1cm da borda do tecido.Bordas Drapeadas com cordão

  • Fixe com alfinetes ou alinhave e passe a máquina.
  • Com um alfinete de segurança ou um passador de elástico com garras, coloque o cordão pela abertura da borda e passe por toda a borda.
  • Depois de passar o cordão, prenda com um alfinete de segurança uma das pontas do cordão ao tecido e faça um franzido em toda a borda tendo o cuidado de distribuir por uniforme.


Bordas Drapeadas com Cordão 2

  • Coloque a borda sobre o direito do tecido, e prenda com alfinetes ou alinhavo.
  • Faça uma costura reta à máquina, lembrando de deixar os cantos levemente arredondados e vire.

Bordas Drapeadas com Cordão 3

Proposta 7 – Bordas em triângulos

Corte duas tiras da mesma largura e o mesmo comprimento em tecidos diferentes e que combinem entre si. Costure as duas tiras direito sobre direito.

Bordas em triângulos1

  • Abra a costura com auxílio de um ferro. Com a mesma medida da largura das tiras, risque e corte formando quadrados intercalados.
  • Dobre os primeiros triângulos, levando a ponta inferior direita para cima e para esquerda. Em cada quadrado formado no tecido inferior e passe a ferro.

Bordas em Triângulos 2

  • Agora dobre os triângulos nos quadrados de cima, levando a ponta superior da direita para baixo e para esquerda. Seguir essa sequência é importante para no final as aberturas dos triângulos fiquem todas do mesmo lado.
  • Agora dobre cada triângulo ao meio, nas duas fileiras.
  • Depois de dobrar os triângulos ao meio e preciso dobrar os triângulos superior para baixo e passar a ferro para assentarem. Eles ficarão Intercalados.

Bordas em Triângulos

Agora é só aplicar em seu trabalho. Fica lindo em mantas e colchas!

 Bordas com cantos

Os cantos formam um ângulo de 45 graus e podemos colocar bordas de diferentes maneiras com diversas tiras ou uma tira inteira. Corte tiras de 6 cm pelo comprimento do tecido, ou vários retalhos de tecidos diferentes. Para calcular o tamanho de viés que será necessário meça toda a extensão do trabalho já pronto e acrescente ao total mais 10 cm.

Proposta 8 – Cantos com viés

Para iniciar comece medindo cada lado da sua peça já pronta. ExempCanto s com viéslo: se seu trabalho é um quadrado de 35 x 35 cm você vai cortar quatro tiras de 35 cm por 6 cm.

  • Dobre a ponta inferior para cima formando um ângulo de 45 graus. Vinque com ferro e repita em todas as pontas.
  • Sobreponha uma faixa com o direito com direito do tecido e passe uma costura seguindo o vinco. Deixe um centímetro de tecido sem costurar, na parte superior, para poder virar depois. Repita esse processo em todos os cantos.
  • Corte o excesso de tecido e passe a ferro para abrir as costuras. Ele vai formar uma moldura.

Canto com Viés 2

  • Coloque a borda no forro do seu trabalho acertando primeiro os ângulos, fixe com alfinetes e passe uma costura reta e quando chegar nos ângulos para com a agulha da máquina bem na emenda da costura e só depois vire para o outro lado. Faça a costura em todos os lados.

Canto com Viés 3

  • De um pique nos ângulos para facilitar, vire a borda para o lado direito do trabalho. Vire o trabalho para o avesso e acerte com auxílio do ferro a costura.

Agora vire para dentro o 1 cm que você deixou sem costurar e vinque com o ferro. Fixe com alfinete ou alinhave para não sair do lugar.

Faça uma costura reta ou se preferir um ponto decorativo por toda a volta do trabalho, lembrando de para com a agulha na emenda da costura e só depois vire para o outro lado.

Essa é o jeito mais simples de fazer o canto mitrado, mais existem outros jeitos.

Proposta 9 – Canto mitrado

Nessa proposta as bordas são feitas com o tecido de forro. Para saber o comprimento da tira some o tamanho do trabalho, o dobro da largura da borda e 1,5 cm para fazer a bainha.Canto Mitrado

  • Comece dobrando 1 cm das bordas para dentro e vinque a ferro.

Canto Mitrado 2

  • Dobre a ponta do canto do tecido de forro para o direito do trabalho fazendo coincidir as duas pontas.
  • Agora dobre a ponta de um dos cantos da borda, fazendo coincidir com a que já está dobrada e alfinete. Repita em todos os cantos.

Canto Mitrado 3

  • Alinhave e passe a ferro para assentar o tecido. Faça uma costura reta ou se preferir uma costura decorativa por toda a volta.

Canto Mitrado 4

 

Espero que tenham gostados dessas técnicas de acabamento, e vocês possam deixar suas peças ainda mais bonitas e com um acabamento profissional.

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Use o espaço abaixo e nos deixe um comentário de como você gosta de fazer seus acabamentos?

Fonte: Revista Patchwork

Comentários

comentários


Recent Posts