Colcha de Patchwork para Bebê

Na casa da avó dos meus primos, têm uma tradição que é simples, mas adorável: “Ao nascer um bebê na família cada criança recebe uma colcha de patchwork para bebê de sua avó.”

Por isso, eles nunca irão dormir sem o abraço caloroso de sua avó.





É muito bonito ver que ao fazer algo especialmente para alguém, ela pode se tornar uma coisa para sempre, único. E fazer uma colcha em patchwork não é tão difícil assim como se parece ou algumas pessoas falam.

Um jeito de fazer suas colchas e não ficar doida é fazer um bloco de cada vez, se você não tem muito tempo para se dedicar. Porém, você pode separar todos os tecidos e cortar tudo de uma vez e só depois começar a unir.

E fazer uma colcha é uma boa oportunidade de acabar com os retalhos que todas nós temos aos montes guardados em um canto. Se observarmos o quilt da foto acima o topo do quilt não é usado uma grande quantidade do mesmo tecido, mas com poucos tecidos e com variedades tudo dá certo.

Colcha-de-patchwork

E combinar tecido nem sempre é fácil, ainda mais ousar com cores com cores uma pouco mais vibrante. E combinar cores exige bom senso. Eu mesma adoro cores no tom pastel ou cores bem sóbrias (meu guarda roupa é cheio delas). Acho que não gosto de sair da minha zona de conforto. Mas juro que estou tentando trabalhar com isso!

O que tem ajudado muito nessa minha jornada nas combinações das cores, além do Pinterest que nos dão as paletas, eu também aprendi a usar o circulo cromático.

Leia também:  10 temas adoráveis para o Quarto de Bebê

O círculo cromático é composto por doze cores: as três primárias, as secundárias e as seis terciárias. É uma ferramenta muito boa na hora de combinar os tecidos em seu quilt, é uma guia rápida que podemos imprimir e colocar na parede para melhor visualização. Com ela podemos identificar as cores complementares (as opostas), as análogas, as meio-complementares e outras combinações harmônicas que podemos fazer.

As combinações podem ser feitas de várias maneiras, e sempre as combinações ficam harmônicas:

Círculo-cromático-2

Nessa ilustração acima mostra várias formas de combinar as cores Na figura acima, você pode usar as cores:

Combinações Complementares: é combinar duas cores opostas no círculo.

Combinação Analógica: é a combinação de duas ou três cores diferentes, que estejam uma do lado da outra.

Combinação Triangular: é a de três cores diferentes dentro do círculo.

Também temos a combinação Monocromática ou tom sobre tom:

 

 

Combinação-monocromática-3

 

Nessa combinação são utilizados vários tons de uma mesma cor (nuances) desde os mais claros e suaves até aos mais escuros e intensos. É uma combinação ideal para quem não quer arriscar.

Aprender a combinar cores exige técnica e prática, mas pra começar basta você escolher a cor e escolher uma das combinações que as ideias aparecem e não tenha medo de ser feliz!

As colchas de patchwork para bebê são muito gostosas de fazer e não gastamos tanto tempo como uma colcha para adulto, que são enormes. As colchas que são feitas para bebês elas devem ser para embalar, abraçar e acalentar. Hoje com o patchwork moderno as colchas são para serem usadas pelas crianças mesmo depois que elas cresçam.

Leia também:  Patchwork para Bebê

Com o patchwork moderno os tecidos lisos são muito valorizados principalmente o branco que dá uma luminosidade a parte a todo o trabalho, além de destacar o design escolhido. Sem dizer que ficam lindas, leves!

As combinações de cores, tecidos ficam por sua conta. Pois, hoje a tendência para os bebês são cores vivas e com muita forma.

No entanto ao fazer uma colcha para bebê temos que ter alguns cuidados, tais como: não usar cola em spray, para não causar alergias e não quiltar muito para garantir macies à peça. Pois as peças que são muito quiltadas ficam firmes e não são tão confortáveis. Mas são maravilhosas para cobrir uma cama ou decorar a parede.

No entanto se você sempre sonhou em fazer uma colcha, mais só de pensar no tamanho já desanima. Eu tenho uma solução que vai fazer você se animar. Comece com peças pequenas e blocos simples e vai aumentando e fazendo blocos mais complexos aos poucos, como o descanso de panela, almofadas, jogo americano, pano de mesa, porém não desista de fazer. Vou fazendo coisas pequenas e é claro, terminando, você logo se anima e começa a fazer peças maiores como uma manta ou colcha pra bebê.

Com o lado moderno do patchwork, unir um topo com vários tipos de blocos e com designs diferentes além das variedades de cores o trabalho fica bem diferente e com um toque só seu, único. Porém existem muitos designers simples que encontramos disponíveis “gratuitamente” e são ótimos para quem quer começar.

Se você está começando no mundo do patchwork é muito importante não cobrar a perfeição, pois nós não somos perfeitos, mas faça o melhor que você puder. Pois ninguém além de você percebe essas imperfeições e esses detalhes que vão fazer seu trabalho ficar lindo no final, eu garanto!

Leia também:  Dublagem de tecido: Aprenda a fazer em casa

Aqui estão algumas ideias maravilhosas retiradas da Net sobre colcha de patchwork para bebês (e os bebês que estão crescendo muito rápido):

patchwork-quilt

 

colcha-em-tecido

 

patchwork-para-bebe

 

colcha-de-bebe

 

colcha-patchwork

 

Patchwork-quilt

Comentários

comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =